Páginas

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Retirada das próteses de silicone - como lidar com esse assunto

Dia desses estava no vestiário da academia com uma amiga que também tem próteses, e comentei com ela que em breve terei que ficar fora porque irei fazer o explante – aliás, é uma das partes que mais me chateia, mas a minha bike horizontal sempre me socorre nessas horas, os médicos liberam bem antes da academia - inicialmente, de forma moderada.

Minha amiga perguntou o porquê dessa atitude e eu expliquei resumidamente...

Foi quando ela me disse que adorava as dela e se mostrou muito satisfeita - parei de falar no assunto com ela, temos que respeitar a opinião das pessoas.

Nesse dia percebi que tenho que ter cuidado ao falar sobre o assunto, afinal a grande maioria das mulheres com as quais eu convivo e que tem um bom poder aquisitivo, têm próteses nos seios.

É claro que se alguma delas quiser conversar sobre o assunto, atualmente já aprendi bastante (embora tenha muito a aprender), já posso argumentar de forma eficiente - são muitos trabalhos científicos provando os malefícios que o uso de próteses de silicone pode causar.

Um dos pontos piores para mim é que nós, que temos próteses, vivemos como numa "roleta-russa", nunca saberemos quando, como e onde será o dia da nossa segunda cirurgia - pode ser um momento tranquilo e programado, pode ser um momento de tensão e urgência, pode ser imediatamente a após a colocação, pode ser daqui alguns anos, pode ser quando já estivermos idosas e tivermos nossa saúde geral debilitada - tudo pode acontecer!